domingo, 17 de julho de 2011

Doses de Caio F. Abreu.

Hoje estou sentindo muitas coisas, com vontade de desabafar, de denunciar tudo que há em mim, mas francamente tenho medo, medo de não ser entendida ou de ser entendidade de forma errada, medo de me expor demais, medo de parecer fraca... enfim, como minha amiga colocou no status dela: Quero gritar, quero chorar, mas preciso colocar no mute, onde só eu mesma possa me escutar, eu e Deus.

Amo muito Caio Fernando de Abreu e as vezes sinto como se ele me conhecesse, me sinto amiga dele..
Me sinto muito bem quando leio suas citações e sinto como se fosse eu mesma que tivesse escrito.

Em meio aos meus sentimentos, vaii aii algumas doses desse lindo autor:



“Então não o ama mais? - Amo. Só guardei isso num cofre. E tranquei. E esqueci a senha. Não porque quis. Foi preciso.”

"depois de todas as tempestades e naufrágios, o que fica de mim em mim é cada vez mais essencial e verdadeiro. "

"É como se você tivesse mil motivos para sorrir e ser feliz, e apenas um para chorar. E, de alguma forma, esse motivo consegue se sobressair todos os dias. É como se mil pessoas se importassem com você, menos uma. E, de alguma forma, era a única que você necessitava que se importasse."

"Que coisa maluca a distância, a memória. Como um filtro seletivo, vão ficando apenas as coisas e as pessoas que realmente contam..."


Acredito no tempo. O tempo é nosso amigo, nosso aliado, não o inimigo que traz as rugas e a morte. O tempo é que mostra o que realmente valeu a pena, o tempo nos ensina a esperar, o tempo apaga o efêmero e acaba com a dúvida




                                                               Sim, quero aproveitar para agradecer à Deus pela cirugia da vovó da minha amiga, Foi tudo perfeito e ela já está ótima. Pronta para voltar a gritar com minha amiga.. ouw.. essas coisas de saúde é tão dificil neh? mas ainda bem que passou.

Uma semana abençoada para todos!   'Que Deus me dê muita força essa semana, sei o quanto vou precisar :/

Nenhum comentário: